popolomondo associação cultuRAL                                                                    empowered by Joana Lopes

CONTACTO

Voa comigo!

(+351) 939 383 644    |    popolomondo@gmail.com   |    ou visita-me no     

DANÇA INCLUSIVA

Nesta ação de formação pretende-se proporcionar aos docentes (de indivíduos portadores de deficiências físicas e mentais) ferramentas de trabalho - abordagens, recursos e conteúdos didácticos - que lhes possibilitem o ensino da Dança Inclusiva, através do aperfeiçoamento de competências profissionais no domínio da dança enquanto actividade física educativa.

 

Para além disso, possibilitará a aplicação desses conceitos ao público-alvo, no sentido de criar métodos de mobilização e valorização dos conhecimentos, saberes, competências e experiências adquiridas ao longo da vida, de forma a facilitar o acesso a uma vida mais activa e mais criativa, através da melhoria nas relações e na comunicação com os outros e da participação na vida da comunidade, desenvolvendo a personalidade do deficiente e a sua autonomia.

 

Com esta formação pretende-se também  auxiliar docentes que actuam na área do Ensino Especial a lidar com as limitações físicas e mentais dos seus formandos, através do conhecimento do corpo e do movimento como forma de expressão.

DESTINATÁRIOS:

Direcionado para deficientes motores, educadores, professores, bailarinos, músicos, investigadores da área da saúde, terapeutas, técnicos de reabilitação que já atuam, ou pretendem atuar na área da inclusão através da dança.

 

No final do curso, os formandos deverão ser capazes de:

  • Cultivar um espaço comum para expressão criativa de qualquer pessoa, independentemente das suas habilidades físicas.

  • Desenvolver um processo de trabalho no qual as pessoas com ou sem deficiências, física ou mental, possam reunir para uma exploração artística.

  • Ajudar a explorar e desenraizar preconceitos e concepções equivocadas entre pessoas com e sem deficiência.

  • Cultivar uma diversidade cultural e artística através da actuação, da comunicação e da educação.

  • Disseminar boas práticas de trabalho de colaboração nos domínios da criação coreográfica em cruzamento com o campo da reabilitação.

  • Intensificar espaços de criação e encontros abertos á diversidade e á contemporaneidade, independentemente das condições físicas, psíquicas e sociais de cada participante, reflectindo uma sociedade mais interventiva e mais plural.

  • Desenvolver a consciência corporal, criatividade, socialização e comunicação expressiva das pessoas envolvidas.